Ranking: Os 10 Melhores Bancos Digitais de 2022

por Tasso Lago, em 12 de abril de 2022

Engenheiro, Pós Graduado em Finanças Corporativas pela COPPEAD/UFRJ e Mestre em Corporate Finance pela Université de Bordeaux. Atuou como Analista Financeiro para o Banco da IBM - USA e para Fundação Getúlio Vargas como Inteligência de Mercado. Professor de Blockchain e Criptomoedas na COPPEAD/UFRJ. Atua como Gestor de Portfólio e Consultor Financeiro, tendo mais de 10 milhões de reais em ativos gerenciados.




Cada vez mais os bancos digitais ganham espaço e até mesmo as instituições bancárias tradicionais começam a se adaptar ao mercado digital. Então, para te ajudar a entender melhor o que são os bancos digitais e como eles funcionam, preparamos este artigo que além de explicar tudo isso, fez uma lista com os melhores bancos digitais da atualidade.

O que é um banco digital?

De forma simples, um banco digital é aquele que tem toda a sua operação de forma 100% online. Eles não tem agências e tudo é feito pelo aplicativo de celular ou computador. Isso impacta diretamente no custo operacional do banco.

O fato de não ter um espaço físico para operar, costuma diminuir o seu custo de funcionamento. Obviamente, ele tem um escritório central onde toda a operação é feita, mas você jamais verá uma agência dele por aí, como nos bancos convencionais.

melhores bancos digitais

E onde isso vai refletir? 

Na prática, bancos digitais tem menos taxas de operação, já que tudo é online. Geralmente as taxas vão incidir nos saques, juros de cheque especial ou cartão de crédito. E basicamente é isso. De resto, não há taxa de manutenção de conta ou qualquer coisa do tipo.

Os melhores de 2022

Se tudo o que falamos até aqui já fez você se interessar em abrir uma conta em um banco digital, mas não consegue decidir qual, preparamos um top 10 com os melhores bancos digitais de 2022

1. Banco Inter – É um dos pioneiros entre os bancos digitais no país, ajudando a popularizar as fintechs (empresas de tecnologia voltada para finanças). Além de não cobrar taxas para abertura de conta nem para serviços básicos ou transferências, o banco dá aos seus clientes o direito a um cartão de crédito, com anuidade zero e cashback. Além disso, os saques são gratuitos quando feitos na rede Banco24Horas.

2. Nubank – Com uma plataforma simples e intuitiva, o Nubank conquistou seu espaço eliminando burocracias. Um dos seus diferenciais é que a fintech oferece conta digital para pessoa jurídica, o famoso PJ.

O Nubank oferece cartão de débito e crédito, além de um programa de pontos para o uso do crédito. O ponto negativo, porém, está na taxa para a realização de saques, que é de R$6,50.

3. C6 Bank – É considerado o banco digital com o pacote de serviços mais completo. O C6 oferece conta digital e também há opções de conta para MEI (microempreendedor individual e conta internacional, também sem qualquer taxa. A lista de serviços com diversas opções é outro ponto de destaque. Tem desde um TAG para pedágios e estacionamentos até um programa de pontos.

4. Mercado Pago – Criado pelo Mercado Livre, iniciou como plataforma de pagamentos, mas agora também exerce o posto de banco digital. Começou com a ideia de facilitar a transação de valor dos clientes durante as compras no site, mas cresceu bastante a partir daí.

Além de cartões com bandeira internacional, saques e opções de investimentos.

5. Neon – a fintech oferece conta digital sem taxas e, em parceria com o Banco Votorantim, também emite cartões de débito e crédito. Além disso, o app tem uma área dedicada para investimentos e tem serviços de empréstimo. Vale ressaltar que apenas clientes Neon+ tem direito a saques gratuitos, 3 por mês. O restante dos clientes paga taxa em todos os saques.

6. Next – Faz parte do grupo Bradesco, mas opera independente do banco convencional. Oferece serviços totalmente gratuitos, não há taxas e o cliente tem saques ilimitados nos terminais do Banco24Horas.

Além disso, a fintech oferece serviços de banco normal, como empréstimos, crédito parcelado, antecipação de 13º salário e programa de milhas.

7. Banco Original – A fintech oferece serviços bancários para pessoas físicas e jurídicas, permitindo a abertura de contas de forma gratuita. Porém, há taxas para serviços básicos e transferências.

Apesar das taxas, permite saques gratuitos e implantou os saques via QR Code.

8. PagBank – Surgiu de forma semelhante ao Mercado Pago, com foco inicial nas transações de débito e crédito do Pagseguro. Porém, atualmente também oferece conta digital sem taxas para os clientes da plataforma.

Oferece serviços de empréstimos online, investimentos, pagamento por aproximação e QR Code. Vendedores que faturam acima de 50 mil reais utilizando a plataforma tem saques gratuitos.

9. Agibank – Diferente dos anteriores, a fintech só abre conta digital após aprovação e cobra taxa de serviços básicos e transferências. Em contraponto, tem opção de empréstimos, investimentos e pagamento por QR Code. É o único da lista com pontos físicos de atendimento.

10. N26 – Em 2021, essa fintech, que é alemã e a primeira da Europa, conseguiu autorização para operar no Brasil. É considerado um forte candidato a concorrente do Nubank, oferece conta digital sem taxas, cartão de crédito sem anuidade e quatro saques gratuitos por mês. 

Melhores bancos digitais com cartão de crédito

bancos digitais

Cartão de crédito sempre é algo que o brasileiro tem em mente quando quer abrir conta em banco e isso não seria diferente com os bancos digitais. Então separamos as melhores opções nesse quesito também.

Mas, não vai ser uma lista muito extensa. Levando em conta as taxas, juros e programas de pontos, dois bancos se destacam quando o assunto é cartão de crédito: o Nubank e o C6 Bank.

Em ambos os casos, é necessário uma verificação de cadastro nos órgãos de proteção ao crédito e, dependendo da sua pontuação, o limite inicial pode ser baixo. Mas quanto mais você usa, maior o limite ficará. Além disso, tudo o que você compra no cartão de crédito volta como pontos em um programa de milhas. O que pode ser uma boa coisa, principalmente para aqueles que gostam de viajar.

Melhores bancos digitais para investir

Já quando o assunto é investimento, o cenário é outro. O Banco Inter é o que oferece a maior carteira de ativos e por isso, quando o assunto é investir, ele é considerado a melhor opção.

Alguns dos bancos da lista acima também oferecem opções de investimento, porém bastante limitadas.

O Nubank merece uma ressalva aqui, já que em um passado bem recente, abriu seu capital na bolsa de valores e proporcionou aos seus clientes a oportunidade de se tornarem sócios da fintech. Além disso, também possuem o NuInvest, app dedicado aos investimentos, mas é separado do banco digital, apesar da vinculação da conta.

Por que investir nos melhores bancos digitais?

Investir em um banco digital pode ser uma novidade e causar um certo receio. É normal, principalmente entre os mais velhos, que cresceram com a necessidade de ir ao banco realizar suas transações.

Mesmo os aplicativos dos bancos convencionais ainda enfrentam alguma resistência por parte dos idosos, que preferem ir ao caixa ou aos caixas eletrônicos para realizar suas operações.

Porém, investir em um banco digital pode ser um bom negócio. Além da maioria deles não ter taxas administrativas, o que certamente é algo bastante agradável, boa parte deles oferece uma valorização do dinheiro quando está na conta.

Como assim?

Exemplificando, para ficar mais simples de entender. Bancos como o Nubank e o C6 Bank oferecem rendimento pelo dinheiro que fica parado na sua conta. É como se a sua conta corrente também fosse uma poupança.

Então se você movimentou a conta e sobrou R$100, haverá uma valorização e depois de um período, você terá os R$100 mais o rendimento com base na taxa utilizada pelo banco, que varia de um para outro.

Então, diferente dos bancos convencionais, que cobram por você deixar dinheiro parado na conta corrente, nos bancos digitais o seu dinheiro vai render se ficar na conta parado. Claro que o rendimento não é muito alto, mas em alguns bancos ele já é bem superior ao rendimento da poupança, por exemplo. 

Nesse sentido, deixar o dinheiro rendendo em um banco digital seria mais negócio do que deixar na poupança, por exemplo.

E esse é só um exemplo do porque você deveria investir em um banco digital. Podemos citar também o fato de poder resolver praticamente tudo pelo celular ou em uma ligação de telefone. O que facilita bastante o nosso dia a dia.

Então se você está pensando em investir em um banco digital, a nossa recomendação é para que você faça isso, mas pesquise antes para investir naquele que se encaixa com o que você deseja de um banco.

Tabela de Conteúdos