O Game de Milhões: O que é NFT e Como Funciona?

por Tasso Lago, em 12 de abril de 2022

Engenheiro, Pós Graduado em Finanças Corporativas pela COPPEAD/UFRJ e Mestre em Corporate Finance pela Université de Bordeaux. Atuou como Analista Financeiro para o Banco da IBM - USA e para Fundação Getúlio Vargas como Inteligência de Mercado. Professor de Blockchain e Criptomoedas na COPPEAD/UFRJ. Atua como Gestor de Portfólio e Consultor Financeiro, tendo mais de 10 milhões de reais em ativos gerenciados.




Se tem algo que tem surgido cada vez mais nos noticiários e principalmente em blogs especializados em tecnologia é a sigla NFT. Ela está envolvida em artes visuais, músicas, fotos, games e também com criptomoedas,

Mas, por se tratar de algo relativamente novo, este é um assunto que gera diversas dúvidas e por isso vamos explicar o que é e como funciona o NFT, um ativo que tem movimentado o mercado financeiro no último ano e que promete um grande crescimento para o ano de 2022.

O que é NFT?

o que é NFT

NFT significa ‘Non Fungible Tokens’, ou token não fungível, em tradução livre. A princípio parece algo muito complicado, mas nós vamos explicar parte a parte para que você entenda melhor o que isso quer dizer.

Nós vamos começar definindo o que é um Token, porque dependendo do contexto, ele pode ter significados diferentes. No mercado financeiro, o token é muito utilizado por bancos. Se refere a um código numérico gerado por um sistema de senhas temporárias. Isso traz mais segurança para os correntistas, principalmente nos acessos digitais.

Entretanto, no mundo dos investimentos, especialmente para as criptomoedas, os tokens representam ativos digitais registrados no blockchain. Na prática, isso os torna um bem fungível, já que ele pode ser trocado ou substituído por algo do mesmo valor, no caso, criptomoedas. 

Falando de bens fungíveis ou não, vamos dar aqui dois exemplos para que fique claro o que é isso antes de continuar com os NFTs.

Para entender melhor o que é um bem fungível, pegue uma nota de 100 reais, por exemplo. Ela é um bem fungível, porque ela pode ser trocada por duas notas de 50 reais, ou 5 de 20 reais ou 10 de 10 reais e por aí vai. Entendeu isso?

Agora, um bem não fungível tem característica oposta. Imagine uma obra de arte, o Abaporu, de Tarsila do Amaral. É uma obra única e reconhecida mundialmente. Você pode tirar cópias dela. Você pode reproduzir diversas vezes. Mas só existe uma pintura original.

E por só existir uma pintura original, ela se torna um bem não fungível. Como não há outro igual, ele passa a ser um objeto raro. Isso geralmente acontece com obras de arte e objetos personalizados.

E juntando tudo isso o que falamos, podemos definir o NFT como  um ativo digital que representa um bem exclusivo. Suas transações são realizadas por meio de blockchain, que normalmente utiliza o padrão ERC-721 da rede ethereum, para garantir a propriedade única do item no ambiente digital.

O que são jogos NFT?

Assim como as artes, qualquer coisa na internet pode se tornar um token não fungível, incluindo os jogos. A lógica é transformar aquele game inteiro ou algum elemento contido nele como algo único.

O que diferencia os jogos NFT do restante é a forma de investimento feita pelos produtores nesses games. Elas colocam no jogo itens colecionáveis, para atrair novos jogadores. Eles passam a enxergar nesses itens uma forma de lucrar, já que se trata de uma peça exclusiva do jogo. Isso os torna um item raro, já que cada NTF é único.

E pode-se ir um pouco mais além. Jogos baseados em NFT também permitem que o jogador faça transações com os itens coletados durante o gameplay, os chamados ‘in-game NFTs’. Isso permite ao jogador ganhar dinheiro com os objetos vendidos dentro do jogo.

Ou seja, é possível lucrar vendendo os itens que você encontrou no jogo. Ou até mesmo comprou e quer revender. 

Já existem alguns itens de alguns jogos que tem um valor bastante alto. E por se tratar de um item único, a venda não é tão complicada assim, basta haver um interessado para que a venda ocorra.

Em breve, teremos um post dedicado exclusivamente aos jogos NFT, onde falaremos do seu funcionamento, compra e venda dos ativos, entre outras curiosidades que podem ter a respeito dessa nova modalidade de jogos eletrônicos online.

Como funcionam os NFTs?

Agora que você já sabe o que é um NFT, é hora de entender o funcionamento deste ativo e a tecnologia envolvida nele. O blockchain é um banco de dados distribuído em uma rede mundial de computadores.

Existem os computadores voluntários da rede, que são individuais e chamados de ‘nodes’. São eles os responsáveis pelo registro e validação das transações que usam o NFT, garantindo a autenticidade dessas negociações.

Isso faz com que todas as operações feitas no blockchain sejam organizadas em blocos. Mas antes de serem adicionados à rede, esses dados precisam ser verificados para confirmar a legitimidade das informações. E quem faz isso são os nodes.

Assim que confirmada a legitimidade e que os padrões foram atendidos, as informações seguem para o blockchain, em transações que são protegidas pela criptografia ERC-721, da rede ethereum. Esse é o único padrão de token que permite criar NFTs.

O que é NFT para a criptomoeda?

NFT

Como falamos acima, as criptomoedas são bens fungíveis, podem ser comparadas ao dinheiro comum e trocadas da mesma forma. 

E explicando o que começamos a falar acima, o NFT também passa a ser um bem fungível quando comparado às criptomoedas. Ambos são ativos que podem ser comprados e vendidos, pelo preço de cotação de mercado, que varia de acordo com o NFT ou a criptomoeda.

O que diferencia um do outro é a origem de cada um. Criptomoedas são mineradas, NFTs são criadas. E lembrando que o protocolo de validação das NFTs faz parte da rede ethereum, que também é a criadora da criptomoeda que leva o mesmo nome da rede. Ano passado, o ativo teve uma valorização muito acima da média das outras criptomoedas.

De maneira geral, a diferença está no mercado. A maioria das transações de NFTs, cerca de 80%, tiveram valor abaixo dos R$10 mil, enquanto no mercado de criptomoedas, tivemos valores muito maiores do que isso. 

Então, considere o NFT como um ativo que pode fazer parte da sua carteira, assim como as criptomoedas. 

Por que o NFT se tornou tão popular nos últimos tempos?

Ano passado, a receita líquida de NFT, envolvendo todas as transações, alcançou o patamar de 24,9 bilhões de dólares. Comparando com o ano de 2020, o aumento foi substancial, já que naquele ano a movimentação foi de apenas 94,9 milhões de dólares. Esses números foram retirados da pesquisa ‘Blockchain User Behavior Report 2022’, da DappRadar.

De acordo com a avaliação de analistas em todo o mundo, a pandemia de COVID-19 e o isolamento social utilizado como medida de contenção foram determinantes para o crescimento do mercado de NFT em todo o mundo.

As pessoas passaram a ficar mais tempo em frente aos computadores e smartphones e com isso precisaram buscar novas formas de entretenimento e informação. Além disso, a compra de NFT também é considerada uma forma de informar o status social de uma pessoa, atestando seu poder de compra.

O crescente interesse pelos NFTs fez com que os preços sofressem um aumento bastante expressivo em seus preços. Isso atraiu investidores ao redor de todo o mundo, incluindo o Brasil, que foi considerado o terceiro país com mais usuários ativos no mercado.

Nesse ranking, apenas os Estados Unidos e as Filipinas ficaram à frente do Brasil. 

Agora que você já sabe o que é um NFT e como adquirir um, é hora de pensar nele como um ativo. E entenda o seguinte, como se tratam de itens únicos, a desvalorização desse item é muito menor do que a de uma criptomoeda ou de ações na bolsa de valores, por exemplo.

Então, quando você decidir investir em um token, pense bem nas opções e tente observar o que está em alta. Se a sua ideia é comprar para vender de forma rápida, vale mais a pena apostar naqueles que estão em alta.

Caso contrário, você pode comprar um NFT que esteja em baixa e esperar a sua valorização. Esse ativo pode ser encarado como um investimento de curto ou longo prazo, tudo depende dos objetivos de cada um com a compra.

Tabela de Conteúdos