Onde investir meu dinheiro em 2022

por Tasso Lago, em 16 de fevereiro de 2022

Engenheiro, Pós Graduado em Finanças Corporativas pela COPPEAD/UFRJ e Mestre em Corporate Finance pela Université de Bordeaux. Atuou como Analista Financeiro para o Banco da IBM - USA e para Fundação Getúlio Vargas como Inteligência de Mercado. Professor de Blockchain e Criptomoedas na COPPEAD/UFRJ. Atua como Gestor de Portfólio e Consultor Financeiro, tendo mais de 10 milhões de reais em ativos gerenciados.




Uma das resoluções de ano novo mais comuns e que as pessoas deveriam levar a sério é sobre poupar dinheiro e investir. Seja para comprar uma casa nova, para garantir a aposentadoria ou a escola das crianças ou fazer a viagem dos sonhos, poupar e investir seu dinheiro pode ser a maneira mais rápida de alcançar esses objetivos.

O ano já começou e a pergunta que vem junto com ele é: Onde investir? Quais os melhores ativos do mercado para começar a lucrar no mercado financeiro?

Essas perguntas são bem comuns e este artigo busca te dar um norte para começar 2022 investindo e ganhando dinheiro sem cometer loucuras.

Onde investir meu dinheiro

onde investir meu dinheiro em 2022

A gama de possibilidades de investimento é algo que sempre confunde as pessoas, principalmente quando estão no início da vida de investidor.

Antes de investir, de fato, é preciso entender quais são os seus objetivos com os investimentos. Você pode investir pensando em comprar um imóvel, um carro, em utilizar o lucro para fazer um fundo de reserva maior ou até mesmo para fazer dos investimentos um meio de trabalho, passando a ser um trader.

A partir do momento que você define seus objetivos, fica mais fácil saber onde investir e como investir.

Um dos mercados que mais cresce, seja em número de investidores ou em rentabilidade, é o das criptomoedas. Para se ter um exemplo da rentabilidade, em 01 de janeiro de 2022, um bitcoin (a criptomoeda mais conhecida), estava valendo pouco mais de R$268 mil. Isso mesmo, um único bitcoin tinha esse valor.

Claro que esse valor não é igual para todas as criptomoedas, existe uma variedade imensa e cada uma com o seu valor. Mas é um mercado que cresce muito e pode ser uma ótima opção de investimento. Mas vale lembrar aqui que esse mercado é bastante volátil e a variação de valores mudam muito ao longo do dia.

Mas como falamos no começo deste tópico, tudo depende dos seus objetivos. Eles vão traçar o seu perfil de investimento. Pode ser um perfil mais conservador e para tal o Tesouro Direto e CDB’s são boas escolhas. Mas se o seu perfil for mais arrojado, as criptomoedas e a bolsa de valores podem ser uma boa opção.

Onde investir meu dinheiro para render mais

Uma das coisas que o mercado financeiro coloca na mesa quando falamos de rendimento é o risco. Se você busca altos rendimentos em prazos menores, esteja pronto para se arriscar.

Abrimos este tópico com essa frase exatamente para que você pense bastante na hora de fazer um investimento de risco. Tenha um planejamento financeiro que te permita fazer isso sem comprometer suas contas pessoais e da sua família.

Nesse sentido, uma das apostas mais interessantes são as criptomoedas. O valor de cada uma delas varia bastante, podendo ter dias de com grande valorização, outros nem tanto e em alguns até uma queda mais brusca. 

É um mercado volátil, assim como a bolsa de valores, outro investimento que pode render bons dividendos, mas que, se bem analisado, pode render muito bem. 

Para te mostrar o quanto esse mercado pode ser rentável, no início de janeiro de 2022, o bitcoin, a criptomoeda mais conhecida no planeta, chegou a valer mais de R$200 mil. Isso mesmo, um único bitcoin chegou a essa cotação.

Então, esse é um mercado promissor, mas que requer cautela, estudo e informação para se atuar nele, buscando rentabilidade a curto prazo.

Mas você também pode pensar no bitcoin, e nas criptomoedas em geral, em um investimento mais longo, e esperar o momento certo para vender. Em outubro de 2021, por exemplo, a cotação passou dos US$66 mil, algo em torno de R$340 mil. Quem comprou ou obteve bitcoin anos antes e esperou para vender no momento certo, lucrou bastante. 

Além das criptomoedas, e da própria bolsa de valores, que podem fazer você ter um lucro e rentabilidade razoável, existem outros investimentos que podem fazer o seu dinheiro render. Tesouro direto, CDB’s, fundos imobiliários… as opções são muitas e tudo depende muito do quanto você tem de capital para realizar o investimento.

Onde posso investir meu dinheiro

Fundos imobiliários, fundos de investimento, fundos de ações, bolsa de valores, criptomoedas, títulos públicos… As opções são muitas e a forma como você investe seu dinheiro depende muito do seu perfil e dos seus objetivos.

É preciso ter clareza nesses objetivos, porque eles ditam a forma como você vai investir.

Um exemplo simples é a compra de uma casa. São valores altos e que você pode investir para ter o dinheiro total de um imóvel ou ao menos um percentual alto do valor total, para diminuir o tempo de financiamento, valor de parcela e os encargos. Esse é um exemplo de investimento a longo prazo, você vai levar um tempo para ter esse valor, seja ele total ou parcial.

Agora, se você quer trocar o seu celular ou computador, esse é um objetivo de curto/médio prazo. Então o valor a ser investido é menor e o tempo de investimento também. Nesses casos, o recomendado é esperar juntar o valor total do bem a ser comprado e pagar à vista.

Onde investir com pouco dinheiro?

melhores investimentos do ano de 2022

Estamos falando de investimento e, em alguns dos exemplos, o capital para início pode ser um pouco alto. Mas se você ainda não tem uma grande quantidade de dinheiro para começar a investir, fique calmo. Fizemos uma lista com 5 investimentos para se fazer com pouco dinheiro e com boa rentabilidade.

  1. LCI – As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos de renda fixa oferecidos por instituições bancárias para a captação de recursos que serão destinados ao mercado imobiliário.

O ativo funciona como um empréstimo que o investidor faz à instituição e ao final da vigência, você recebe de volta, com o lucro que foi predefinido no início do processo. Essa taxa pode ser a Selic, por exemplo.

Além disso, a LCI tem dois pontos relevantes. O primeiro é que ele tem uma garantia de pagamento, que é feito pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). O segundo ponto relevante é que esse ativo é isento de IR, fazendo com que ele seja livre de encargos.

  1. CDB – O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um ativo emitido por bancos para captar recursos de investidores. É um investimento de renda fixa.

A rentabilidade está atrelada a indicadores como o IPCA e também tem garantia do FGC. Porém, este ativo tem a cobrança do IR, seguindo uma tabela que começa com a 22,8% de taxa e regride até os 15%, dependendo do prazo de aplicação. E por existir o desconto do IR, os CDBs nem sempre são mais rentáveis que a LCI.

Para saber qual é a melhor opção é preciso calcular o rendimento líquido do CDB, ou seja, já com os descontos do Imposto de Renda.

  1. Tesouro Direto – Considerada uma das opções mais seguras do mercado, os títulos do Tesouro Nacional são acessíveis e rentáveis para quem deseja iniciar investimentos com pouco dinheiro.

Você pode adquirir a fração de uma papel, com renda pré ou pós-fixada por apenas R$30. Quando a rentabilidade é pré-fixada, você consegue calcular o quanto vai ganhar antes mesmo de fazer o investimento. No caso da pós-fixada, ela vai variar de acordo com a taxa utilizada como referência, que pode ser a Selic, por exemplo.

Para investir no Tesouro Direto, você só precisa ter cadastro numa instituição credenciada no Tesouro Nacional.

  1. Fundos de Investimentos – Se você busca liquidez, segurança e diversificação para os seus investimentos e tem pouco dinheiro disponível ou pretende começar com pouco,  os Fundos de Investimento são uma opção excelente.

Os cotistas, nome dado aos investidores, fazem uma aplicação conjunta, sendo que cada um deles é dono de uma cota dos recursos. Além disso, o fundo conta com um gestor especializado, que direciona os recursos para diversos ativos, em busca de maior rentabilidade.

  1. CRI – O Certificado de Recebíveis Imobiliários é um ativo de renda fixa, com base no setor imobiliário. 

Além de ser isento da cobrança de IR, esse ativo, geralmente, têm rentabilidade maior do que outros produtos da mesma classe de investimentos. Isso ocorre por se tratar de aplicações de longo prazo, com remuneração pré ou pós-fixada, costumeiramente atreladas a indicadores como o CDI ou IPCA

Onde investir com R$100? E com R$500 ou R$1000?

Acima de tudo, e seja qual for o valor que você tem disponível, começar a investir é essencial para o seu futuro.

Mas é importante começar com um investimento pequeno, por dois motivos. O primeiro é para aprender sobre o mercado financeiro e todas as suas idiossincrasias inerentes às operações. Lucro, perdas, rentabilidade, altas e baixas do mercado, entre outras coisas…

A segunda coisa é que, investindo pouco, principalmente no início, você consegue diversificar os seus ativos, investindo um pouco em cada local e gerando uma rentabilidade maior. Essa diversidade faz com que você ganhe dinheiro em várias frentes e, mesmo que um deles não renda como você esperava, terá um outro rendendo bem e valorizando o seu dinheiro.

As opções são muitas, desde as mais seguras como o tesouro direto, CDB’s, fundos imobiliários e fundos de investimentos. São opções muito boas, com rentabilidade atraente porém com um risco mais baixo e que fará você obter lucro e aumentar o seu capital disponível para investimentos. 

E com o passar do tempo, você poderá dar passos maiores nos seus investimentos, buscando ativos com maior rentabilidade e podendo correr mais riscos, de forma calculada.

Tabela de Conteúdos