Day Trade é Furada pra Quem? 7 Dicas para Iniciantes

por Tasso Lago, em 21 de março de 2022

Engenheiro, Pós Graduado em Finanças Corporativas pela COPPEAD/UFRJ e Mestre em Corporate Finance pela Université de Bordeaux. Atuou como Analista Financeiro para o Banco da IBM - USA e para Fundação Getúlio Vargas como Inteligência de Mercado. Professor de Blockchain e Criptomoedas na COPPEAD/UFRJ. Atua como Gestor de Portfólio e Consultor Financeiro, tendo mais de 10 milhões de reais em ativos gerenciados.




Se você já ouviu alguém falando que Day Trade é furada, seja bem vindo ao mundo dos investimentos em renda variável. Se você ainda não ouviu, saiba que assim que começar a atuar na bolsa de valores ou a negociar criptomoedas, alguém mais experiente (ou não), te dirá coisas muito positivas ou extremamente negativas a respeito do Day trade.

Abaixo, você terá acesso a um guia completo, com todas as informações sobre daytrade  explicadas de forma isenta, para que você possa desenvolver sua própria opinião e descobrir se o Day trade é furada, ou não. Acompanhe!

day trade é furada?

Day Trade é Furada?

Há alguns anos atrás, pouco se ouvia sobre Day trade, pois realmente esse tipo de negociação não era muito comum, estando limitada a pessoas que já atuavam no mercado financeiro, estudavam ações e possuíam capital investido em outros tipos de aplicações.

Na última década, porém, o daytrade tem se tornado algo bem mais popular e acessível para pequenos investidores que desejam se arriscar no mercado de ativos. E, desde que as criptomoedas chegaram ao Brasil, essa prática se tornou ainda mais comum.

Mas se o daytrade tem se tornado tão popular e sendo iniciado por cada vez mais pessoas, por que tanta gente fala que Day Trade é furada? E por que mesmo com essa dúvida sendo tão replicada, ainda tem tanta gente que adora a técnica e garante que vive dos seus lucros?

Abaixo, falaremos de onde vem essa linha de pensamento que diz que Day Trade é furada, citaremos todos os contrapontos e você enriquecerá seu conhecimento para fazer sua própria avaliação.

O que eu preciso saber sobre day trade

Em 2019, um estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) afirmou que 97% dos day traders perdem dinheiro em suas operações, e que mesmo os que ganham, ganham pouco. Você acredita nesse percentual?

A FGV é uma fundação confiável, então há muito pouco o que se questionar em relação a essas informações, porém há algo que deve ser salientado a respeito do que tem acontecido nos últimos anos em relação ao Day trading:

Conforme as mídias sociais foram se tornando mais poderosas e influentes, e os mercados de e-learning e afiliação foram crescendo, aumentou exponencialmente o número de “gurus” dos investimentos, oferecendo treinamentos e vendendo uma ideia que pode levar muita gente a iniciar suas operações com pouca chance de ter bons resultados.

A ideia de que o Day trading é uma maneira rápida e simples de ganhar dinheiro acaba sendo transmitida, mesmo que subliminarmente, em vídeos e conteúdos que fazem com que, qualquer pessoa se sinta capaz de iniciar na negociação diária de ações e criptomoedas.

Isso não justifica os 97% de insucessos, mas certamente é responsável por uma boa parte desse percentual, visto que impulsiona pessoas despreparadas para lidar com as instabilidades do mercado, a iniciarem suas atividades no day trade.

Para ter sucesso como trader não basta se interessar pelo assunto. É preciso, antes de tudo, ter perfil para isso, e depois estudar muito, fazer diversas análises sobre o risco e outras possibilidades de investimentos, para que seja possível fazer comparativos, ter uma reserva financeira e tomar providências para poder operar o day trade de forma segura.

O perfil ideal para o daytrader é de alguém que tem alta aceitação aos riscos, forte capacidade de controle emocional, baixa propensão à ansiedade, e outra fonte de renda, para que não fique dependente dos resultados das operações, visto que não é possível obter certeza de resultados positivos.

7 Dicas de day trade para iniciantes

Agora que você tem uma ideia de como essa ideia de que day trade é furada acabou surgindo, vale a pena dizer que quem tem perfil e conhecimento sobre o mercado, os riscos e a técnica, pode sim realizar suas primeiras tentativas no day trading.

Para ajudar as pessoas que se identificam com essa modalidade de investimento a darem os primeiros passos, preparamos uma lista com 7 dicas de day trade para iniciantes. Continue acompanhando!

 1. Não faça Day Trade por empolgação

Ver um influencer se dando bem no day trade, pode fazer com que você se sinta muito motivado a começar a praticar, mas lembre-se de tudo que foi dito acima: Poucas pessoas conseguem bons resultados e um dos motivos é o fato de que elas entram nesse mercado de forma impulsiva. Não faça o mesmo!

2. Você não precisa de um curso de day trade

Não há nada de errado em querer aprender a fazer daytrade através de um curso, porém há algo que você deve ter saber: Muitos vendedores de cursos de daytrade estão ficando ricos com a venda dos treinamentos, e não com suas operações.

É claro que existem cursos que realmente ensinam os termos técnicos, a base para entender sobre a valorização e a desvalorização de ações, como acompanhar gráficos e índices, entre outras coisas, porém todo esse conhecimento já está disponível gratuitamente na internet, em sites como o nosso e em diversos vídeos no Youtube.

Além disso, vale dizer que existem cursos desenvolvidos e/ou ministrados por profissionais certificados pelos órgãos responsáveis e formação para quem quer atuar na área da economia, sendo possível se especializar em mercado de ações e outros tipos de investimentos.

3. Use o simulador para começar

Antes de começar a investir dinheiro nas operações de daytrade, é possível praticar, gratuitamente, em simuladores que funcionam de forma idêntica às plataformas de investimento, porém as ordens enviadas são apenas simuladas e não geram efeito no mercado, bem como não é cobrado nenhum valor do trader que está praticando.

Há simuladores que oferecem replay de mercado, para que o especulador possa revisitar uma data e simular como teria sido se tivesse participado das negociações, e outras plataformas com funcionalidades para atender todos os tipos de traders, dos adeptos da análise técnica – com indicadores e gráficos – aos do tape reading — com times & trades e livro de ofertas.

4. Inicie com estratégias menos ousadas

O day trade é muito atraente, pois oferece a possibilidade de lucro e retornos rápidos, porém há estratégias menos arriscadas que podem funcionar muito bem e impedir que, amanhã ou depois, você seja mais um a dizer que o day trade é furada, por ter iniciado suas operações antes de estar maduro para isso.

Outras modalidades como o position trade e o swing trade causam menos ansiedade e permitem que você se acostume com o mercado antes de pular de cabeça nas operações mais arriscadas.

O sistema de compra e venda nessas duas outras modalidades é idêntico ao que é utilizado no day trade. A diferença está no tempo que você fica com as ações, que pode ser por dias, semanas ou até alguns meses, mantendo a posição para não vender sem lucro, ou com prejuízo.

5. Não largue tudo para viver de day trade

Um dos maiores erros de quem viveu más experiências e passou a pensar que daytrade é furada, é acreditar demais nas possibilidades que ele pode oferecer, pois o daytrade não deve ser considerado uma fonte de renda capaz de garantir o pagamento das contas e a manutenção das necessidades básicas. Lembre-se: o mercado é instável.

6. Siga sua estratégia à risca

Quando você definir uma estratégia e se certificar que ela funciona mais vezes do que falha, não se desvie dela e não cometa um dos erros mais comuns e que mais fazem com que os resultados sejam negativos, levando as pessoas a pensarem que o daytrade é furada.

Não se torne um “torcedor”, encarando suas operações como um jogo de sorte e se desviando do seu propósito inicial, que é trabalhar com um investimento de alto risco, em que não será possível sair com lucro de todas as operações e o ideal é ter uma meta periódica para atingir, aceitando “ganhar” e “perder” diversas vezes durante o ciclo.

day trade

7. Cuidado com a alavancagem

A alavancagem é uma forma de conseguir realizar o daytrade sem ter o dinheiro necessário para aplicar nas operações, sob a promessa de realizar o pagamento dentro de um período determinado.

A prática é muito conhecida, porém não deve ser usada de forma habitual, principalmente por quem está iniciando suas operações, pois como já dito antes: quanto maiores as possibilidades de lucro, maiores as chances de prejuízo.

Segue abaixo um exemplo de alavancagem:

Um trader possui R$3 mil junto à corretora e recebe permissão para alavancar seu capital. Compra R$10 mil em ações com a alavancagem, e as vende depois por R$15 mil. Mesmo sem ter o capital para investir, o trader consegue ganhar dinheiro na operação.

O problema é que se ele não conseguir vender as ações por um preço mais alto do que comprou, ficará devendo para a corretora, podendo entrar em um ciclo que pode comprometer todo o seu patrimônio.

Como analisar e ler simulador day trade?

Saber como analisar o simulador day trade é uma das coisas mais importantes antes de começar a operar com dinheiro real. Isso evita que você acabe achando que day trade é furada por cometer erros de estratégia, de observação e de tendências.

Vale dizer que, durante muito tempo, quem fazia day trade não tinha ferramentas que oferecessem ambientes de teste para praticar e simular situações que ajudassem a operar de forma mais segura. Isso levou muita gente a ter prejuízos nas operações, aumentando a repercussão negativa e fazendo propagar a fama de que day trade é furada.

Os mercados de ações e de criptomoedas estão em constante movimento e pequenas alterações podem afetar de forma vertiginosa os seus resultados financeiros. Por isso, é de suma importância que antes de investir, sejam realizados estudos e treinamentos de leitura dos simuladores.

Uma visão técnica sobre o trade envolve conseguir identificar as ações e criptomoedas com maiores chances de volatilidade, entender como identificar os pontos gráficos importantes e até acompanhar os eventos que podem movimentar os valores dos ativos ao longo do dia.

Vale a pena operar em day trade?

Essa é uma dúvida muito comum e justa. Ninguém quer se dedicar a uma atividade para perder tempo e dinheiro. Mas a verdade é que não existe uma resposta simples para essa pergunta.

Há uma quantidade enorme de pessoas que afirmam que day trade é furada e que já perderam valores consideráveis se arriscando nessa atividade. Mas não é justo levar apenas esses relatos em conta.

Existe muita gente que garante que vale a pena operar day trade e que consegue resultado positivo ao final de diversos períodos de operações, mesmo quando algumas resultam em saldo negativo no fim do dia.

Como explicamos neste conteúdo, o day trade pode funcionar como uma ferramenta para aumento de capital, porém não é para todo mundo e não é uma coisa que se aprende a fazer do dia para a noite. É preciso estudar muito, testar as estratégias em um ambiente simulado, e quando começar a colocar dinheiro de verdade em jogo, fazer isso de forma gradual.

Conclusão

Como você pôde notar, embora haja muita gente que acredite que day trade é furada, trata-se apenas de um tipo de operação feita no mercado financeiro tradicional ou no criptomercado, classificada como arriscada e indicada apenas para pessoas devidamente capacitadas para realizá-las, como qualquer outra atividade que envolva riscos.

O fato da barreira de entrada para a iniciação no day trade ser muito baixa faz com que muita gente se arrisque sem a devida habilidade para operar no mercado, o que acaba desencadeando perdas financeiras para esse grupo de pessoas.

Se você sente que está preparado, que possui o perfil emocional e técnico necessário para realizar suas operações e já colocou suas habilidades à prova por bastante tempo em uma plataforma de simulação, pode ser que sua opinião seja muito mais positiva do que a da maioria das pessoas que acreditam que o day trade é furada.

Você vai tentar?

Tabela de Conteúdos