financial move - tasso lago

O que é TerraUSD (UST) e vale a pena investir?

Faça parte do nosso grupo gratuito de criptomoedas, análises diárias gratuitamente! – CLIQUE AQUI AGORA.

A criação e rápida adesão da TerraUSD resultou em um crescimento inigualável da blockchain Terra e seu token nativo LUNA. A Terra pretende que a moeda seja uma peça fundamental para o desenvolvimento do mundo criptográfico, principalmente graças às suas características intercadeia.  

A moeda UST e toda rede Terra está dando o que falar, e por isso preparamos um artigo recheado de informações para você ficar por dentro do assunto. Vem comigo! 

Terra UST 

Começando do início… 

Bom, para começar a falar sobre a UST, é preciso antes dar uma pincelada em dois assuntos e então entender o que esse universo significa. 

Primeiro, é preciso saber o que é uma stablecoin – também chamada de moeda estável. Stablecoins são criptomoedas pareadas em algum ativo estável ou cesta de ativos, de modo a controlar a volatilidade. Ela pode ser atrelada a uma criptomoeda, a uma moeda fiduciária, a metais preciosos (como ouro ou prata) ou a commodities, como o petróleo. Por isso representam – e sempre representarão – o seu valor real. 

Por ser um criptoativo com baixa volatilidade, o preço dela não varia muito ao longo do tempo, diferentemente do que acontece com bitcoin ou outras moedas digitais. 

Já a Terra é uma blockchain que permite a criação de stablecoins atreladas a moedas fiduciárias. No entanto, diferente das stablecoins com lastro, onde cada moeda tem paridade em reserva de moeda fiduciária, as criptos da Terra são todas atreladas às suas respectivas moedas de forma algorítmica. 

Ou seja, existem dois tipos de moedas estáveis, as centralizadas e as descentralizadas. As centralizadas – pareadas com o dólar – mantêm a paridade com reservas de dólar físicas em quantidade equivalente às digitais. Ou seja, para cada 1 dólar emitido em stablecoin é desejável que se tenha 1 dólar em reserva como colateral. Portanto, nesse caso existe geralmente uma empresa que guarda reservas em dólar para garantir a veracidade da paridade.

Já as stablecoins descentralizadas são pareadas independentemente de uma empresa centralizadora mantendo a custódia. A TerraUSD (UST) é uma moeda estável descentralizada. 

A rede Terra possui um token nativo – LUNA – que é usado para estabilizar os preços das stablecoins do protocolo. A LUNA é compátivel com diferentes moedas fiat , como o dólar, o euro, o yuan chinês, e até mesmo direitos especiais de saque (DES) do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O protocolo da Terra foi pensado para que qualquer um possa criar uma stablecoin considerando sua realidade local, então a Coréia pode criar uma pareada à sua moeda, a Mongólia outra, e os Estados Unidos outra.  

Legal, né? Se ficou interessado em saber mais sobre o assunto, pode ler esse artigo clicando aqui

TerraUSD (UST)

A TerraUSD (UST) é uma das várias stablecoins da Terra. Ela está vinculada ao dólar americano na proporção de 1:1.

É uma moeda intercadeia, o que significa que pode ser usada com uma variedade de protocolos de blockchain (por exemplo, Solana, Ethereum e Terra) – tudo isso realizado por meio do protocolo “Dropship”, que foi inspirado no jogo de computador StarCraft – quem aqui já jogou?  

O interessante é que a moeda pode ser espalhada por uma ampla gama de aplicativos financeiros. Sendo assim, TerraUSD é a primeira criptomoeda escalável, descentralizada, com rendimento e intercadeia. Uau, né? 

Como funciona? 

Quando falamos de escalabilidade, a TerraUSD conta com um algoritmo que é igual ao valor de ativos estáveis à proposta. 

Como assim?

Bom, na emissão de um TerraUSD, é preciso “queimar” um ativo de reserva LUNA – com essa solução a proposta fornece uma troca fácil, já que os ativos do ecossistema Terra possuem liquidez total. Desta forma, é possível trocar TerraUSD por TerraKRW (moeda estável atrelada ao Won coreano)  e assim por diante. 

 E como funciona esse processo de queima da Luna?

Ao vender LUNA no Terra Station, que funciona como um tipo de corretora descentralizada do ecossistema, LUNA é queimada e são gerados novos UST.

Na prática: hoje (16/03/22) a cotação de 1 LUNA é de aproximadamente $87 dólares. Então, se vendermos 1 LUNA no Terra Station por UST, estamos gerando $87 dólares em UST.  

É possível fazer ao contrário também, ao vender 87 UST na Terra Station por LUNA, estamos queimando 87 UST e criando novas LUNA. 

Além disso, ela possui um grande potencial de renda passiva, que fica bem evidente na utilização das stablecoins em taxas de juros estáveis dentro do protocolo Anchor. 

Para vocês entenderem melhor: esse protocolo é um mecanismo de empréstimo, que proporciona um retorno de 20% em economias que envolvem a UST. Assim, a renda adicional e estável surge, com as recompensas, que auxiliam na estabilidade da rede. É como se fosse uma poupança.

O que automaticamente acontece é que a confiança na rede aumenta. 

Além disso, temos o protocolo Dropship, que é aquele que permite a conexão de ecossistemas – sendo a ferramenta responsável por manter a escalabilidade da TerraUSD, tornando a moeda pioneira em suas propostas. 

Quem são os fundadores da TerraUSD?

Terra (LUNA) foi formada em abril de 2019 por Do Kwon e Daniel Shin. Eles estrearam o TerraUSD na Bittrex Global em setembro de 2020.

Terra é a blockchain nativa da TerraUSD, criada pelo Terraform Labs (uma subsidiária da Terra Alliance). 

O Terraform Labs é liderado por Do  Kwon, que também é CEO da empresa. Ele trabalhou como desenvolvedor em software para Microsoft e Apple no passado. Ele também foi o fundador da Anafi, uma empresa que fornece tecnologias de rede mesh sem fio e descentralizadas. 

Daniel Shin e Do Kwon 

O token UST 

Segundo o site CoinMarketCap, o preço do token UST hoje (16/03/22) é de $1,00 dólar. Sua classificação atual em capitalização de mercado é em #14, com $15.033.828.369. Há um fornecimento em circulação de 14.996.553.592 UST. 

Gráfico histórico de preço da moeda UST. Fonte: CoinMarketCap

Você pode adquirir o token nas corretoras descentralizadas como a Binance, OKX, Bybit, Bitget e FTX. 

Lembrando que isso não é uma recomendação de compra e sim um artigo com viés educativo.

Quer dar um próximo passo no mercado de criptomoedas e descobrir quais são as moedas que mais vão explodir neste ano?

Tasso Lago vai dar uma aula gratuita na próxima terça-feira, às 20h, onde ele vai revelar os 3 segredos para encontrar a cripto certa e multiplicar seu dinheiro 2, 5, 10 vezes ainda neste ano.A aula é 100% gratuita mesmo e as vagas são limitadas. Por isso, clica no botão/banner abaixo e se inscreva agora antes que as vagas acabem. Não perca tempo!

Veja também outros conteúdos: