financial move - tasso lago

O que é a Avalanche (AVAX) e vale a pena investir?

A Avalanche foi criada pensando na customização das redes que a compõe

Já ouviu falar sobre Avalanche? Sabe como investir no projeto ? Conhece outros projetos focados em interoperabilidade? Sabe qual o diferencial competitivo (ou não) da Avalanche? Já ouviu que a Avalanche nasceu tendo em mente o mercado e as instituições financeiras tradicionais? 

Entenda o que é a Avalanche e a utilidade de seu token AVAX ! Vamos explicar tudo que você precisa saber sobre esse projeto, como se expor ao seu ecossistema e explorar os seus mais recentes desenvolvimentos.

___________________________________________________

Lembramos que essa não é uma recomendação
de compra e sim um artigo com viés educativo. 

____________________________________________________

Avalanche Summit 2023

O que é e como funciona? 

Avalanche: foco em interoperabilidade entre blockchains personalizadas

Introdução

A Avalanche (ticker: AVAX) é uma plataforma de contratos inteligentes que permite a criação de redes (blockchains) específicas e personalizadas, com interoperabilidade nativa, suportando várias máquinas virtuais (virtual machines ou VMs) também personalizadas, além de várias escritas em linguagem de programação, em vez de uma só. E pretende fazer tudo isso com taxas baixas e alta escalabilidade.

A arquitetura da Avalanche propõe alto desempenho e escalabilidade, de forma personalizável, com interoperabilidade nativa e de forma segura, visando a construção de blockchains customizadas, aplicativos descentralizados escaláveis e fácil emissão de ativos digitais

O projeto da Avalanche é comumente comparado com os projetos da Cosmos (ATOM) e da Polkadot (DOT) por todos funcionarem como um conjunto de redes, para fins específicos, que compõem o mesmo ecossistema e desfrutam do benefício da interoperabilidade nativa, ou seja, dispensam o uso de recursos externos como “pontes” (bridges) para comunicação entre as redes que compõe o todo.

E ainda que seja fácil reuni-las sob uma mesma classificação, muitos analistas costumam ter dificuldade para classificá-las frente a outras redes. A Avalanche, em particular, vai na linha de uma blockchain de Layer 0, mas tem vários dos elementos de uma Layer 1, ou seja, possui características mistas.

Arquitetura

Avalanche é uma rede heterogênea de blockchains. Ao contrário das redes homogêneas, nas quais todos os aplicativos residem na mesma cadeia, as redes heterogêneas permitem que cadeias separadas sejam criadas para diferentes aplicativos

O ecossistema da Avalanche consiste em 1 rede principal, composta por 3 blockchains, mais as sub-redes – chamadas de subnets. Cada uma das 3 blockchains principais tem funções específicas e otimizadas, o que permitiria à Avalanche alcançar maior escalabilidade e velocidade.

Isso é o que chamamos de Avalanche Mainnet (ou rede principal): uma rede primária (Primary Network) tripla e todas as subnets existentes.

Logo, temos uma tríade de blockchains originárias e as subnets derivadas, sendo que cada subnet pode conter diversas blockchains. E cada blockchain de uma subnet pode ter seu próprio mecanismo de consenso e sua própria virtual machine, sendo que essas blockchains podem ser públicas ou privadas.

A própria rede primária da Avalanche é uma subnet especial executando três blockchains
  • X-Chain (Exchange Chain): blockchain para criação e transação de tokens nativos na rede (Avalanche Native Tokens ou ANTs); onde ocorre a emissão de smart assets (tokenização); roda a Avax Virtual Machine (AVM).
  • C-Chain (Contract Chain): blockchain específica para contratos inteligentes; é praticamente uma cópia da Ethereum Virtual Machine (EVM), o que justifica a alta compatibilidade das 2 blockchains (EVM-compatible); suporta a implantação e execução de contratos inteligentes escritos em outras linguagens de programação, além da Solidity.
  • P-Chain (Platform Chain): blockchain responsável pela implementação do protocolo de consenso (Snowman e Avalanche Consensus), rede onde ocorre o staking e a coordenação de validadores; permite a criação de subnets e blockchains personalizadas, bem como a adição de validadores para as subnets;

As 3 blockchains são validadas e protegidas por todos os validadores da Avalanche ou, por outras palavras, os validadores da Avalanche são responsáveis por validar a totalidade das transações da rede primária (não uma ou outra dessas três redes).

Subnets são um conceito inovador e único do projeto da Avalanche:

apesar do alto desempenho da C-Chain, ela não fornece uma solução sustentável de longo prazo para o problema da escalabilidade. Assim, para aumentar sua escalabilidade os projetos precisam crescer horizontalmente, por meio das subnets

Embora todas as blockchains do mercado que rodam contratos inteligentes possuam capacidade de executar programas descentralizados, nem todas oferecem interoperabilidade nativa, ou seja, nem todas dispensam o uso de recursos externos como “pontes” (bridges). O mecanismo de subnets da Avalanche torna a integração com outras blockchains dentro do ecossistema mais eficiente e segura, dispensando a necessidade de soluções externas como bridges.

Consenso

A Avalanche afirma que utiliza um algoritmo de consenso proprietário (Snowball Algorithm) do tipo prova de participação (Proof of Stake ou POS), considerado altamente escalável e eficiente: o chamado Avalanche Consensus, que roda na P-Chain. Seria ele o responsável pela rede processar, em paralelo, um grande número de transações.

Em linhas gerais, consiste em um protocolo de votação único baseado em sub-amostragem aleatória e repetida: os validadores consultam aleatoriamente outros validadores até que a rede chegue a um consenso (aceitar ou rejeitar uma transação submetida). Para informações mais detalhadas sobre como esse mecanismo de consenso funciona, vale a pena ler a documentação técnica indicada no final desse artigo.

O mais interessante para ser dito aqui é que na Avalanche é necessário controlar mais de 80% da rede para performar um ataque (em contraste com 51% da hashrate para Bitcoin e 51% dos ETH em staking para Ethereum), o que é considerado um threshold bem robusto e mais seguro que a maioria dos protocolos concorrentes.

Interoperabilidade e Customização

O fato de a Avalanche pensar em seu ecossistema como um aglomerado de blockchains interoperáveis e customizáveis de forma nativa é um diferencial. Nesse sentido, ela permite uma tokenização mais interessante de ativos, os quais podem circular livremente entre todas as aplicações do ecossistema sem fricção, e também permite a adaptação das blockchains às necessidades de cada projeto (maior ênfase em velocidade, por exemplo, para jogos; ou maior ênfase em segurança, por exemplo, para aplicativos de finanças).

Ademais, como permite a definição de conjuntos inteiros de regras complexas personalizadas para cada subnet, é uma estrutura mais adequada para projetos que pretendem emitir ativos digitais que representam instrumentos financeiros complexos existentes no mundo real (tokenização) – como ações, títulos e dívidas – e que precisam ser tratados ou negociados garantindo certo conjunto de regras no que diz respeito a conformidade regulatória e privacidade de dados, entre outros.

Então, é uma excelente plataforma para DeFi e para o mercado tradicional. Mas será que isso é fruto do acaso?

Qual o seu histórico?

A rede da Avalanche foi construída pela Ava Labs, empresa fundada em 2018 e composta essencialmente por cientistas da computação, economistas, financistas e advogados com experiência principalmente nos setores de finanças e tecnologia.

Sua origem remonta à Universidade de Cornell (Ithaca/Nova Iorque, EUA), parte do seleto grupo de universidades conhecidas como Ivy League. Ali um grupo de três pesquisadores proeminentes – Emin Gün Sirer, Kevin Sekniqi e Maofan Yin (ou Ted Yin) – se juntou para desenvolver uma rede que buscasse ter como ponto de partida a resolução do trilema blockchain: segurança, descentralização e escalabilidade. Essa plataforma foi finalmente lançada em 2020.

Co-fundadores e membros da equipe da Ava Labs – foto: Cornell Chronicle

 

A Ava Labs é uma startup, com tamanho suficiente para ser classificada hoje como um unicórnio, sendo não só responsável pelo projeto Avalanche, mas tendo também sua própria equipe de desenvolvedores, que atuam na Avalanche Foundation. Como toda a startup, ela foi financiada por uma série de empresas/VCs, tendo arrecadado 6 milhões de dólares em sua primeira rodada de capitação, em 2019, e impressionantes 42 milhões de dólares em seu ICO, concluído em julho de 2020.

Um ICO (Initial Coin Offering) ou uma Oferta Inicial de Moedas nada mais é do que um modelo de financiamento comumente utilizado por projetos de criptomoedas, no qual os investidores adquirem novos tokens, no seu lançamento, em troca de criptomoedas já estabelecidas, como Bitcoin (BTC), Ether (ETH) ou stablecoins (USDT, USDC, DAI, etc).

Hoje a empresa está em estágio de Venture Round e já capitou, ao todo, impressionantes 290 milhões de dólares com investidores.

Entre seus investidores mais importantes podemos citar Andreessen Horowitz (a16z), Polychain Capital, Initialized Capital, Dragonfly Capital, NGC Ventures, Bitmain, e alguns investidores anjo como Balaji Srinivasan (ex-Coinbase e ex- Andreeseen Horowitz) e Naval Ravikant (ex-AngelList), bem como a finada Three Arrows Capital (3AC).

Seu foco inicial foi o mercado financeiro tradicional e, por isso, até hoje é considerada uma das poucas redes projetadas especificamente pensando nele. Como? Provendo ferramentas específicas para apoiar as instituições financeiras tradicionais a desenvolver projetos em blockchain, por exemplo, viabilizando que a conformidade regulatória seja atendida pelos projetos interessados nesse tipo de compliance.

Logo, todo o projeto da Avalanche surgiu baseado muito no desenvolvimento de soluções para produtos financeiros em ambientes descentralizados. Ela é uma excelente plataforma para projetos de finanças não por acidente, mas por vocação. Talvez por esse motivo, a maior parte da atividade da rede provém hoje de aplicativos de finanças.  

Fotos de parte do time

Todos os fundadores originais ainda são parte do projeto e desempenham cargos relevantes: Emin Gün Sirer  é o Chief Executive Officer (CEO), Kevin Sekniqi é o Chief Operating Officer (COO) e Maofan “Ted” Yin é Chief Protocol Architect. Além disso, de acordo com seus currículos oficiais disponível on-line, eles se dedicam de forma integral à Ava Labs, sem envolvimento com outras empresas ou projetos paralelos.

Logo, estamos diante de um projeto bem recente, iniciado em 2018, e que teve seu lançamento apenas em 2020. Alguns analistas consideram março de 2020 a data de seu lançamento inicial, pois foi quando seu código-fonte e modelo de consenso foram publicados no Github, mas foi somente em setembro de 2020 que o seu token nativo AVAX foi emitido e que se iniciaram as operações da rede, com o lançamento da Avalanche Mainnet.

Em que estágio estamos? 

O Ecossistema da Avalanche

Fonte: Nanse

Já existem hoje diversos aplicativos descentralizados construídos na Avalanche e, consequentemente, que se aproveitam das taxas baratas, rapidez e interoperabilidade da rede. Há especialmente aplicativos focados em finanças e colecionáveis. Uma narrativa em torno de jogos surgiu do início de 2022, mas acabou não vingando.

Atualmente, o ecossistema conta com um total de 383 projetos. Esse elevado número é resultado dos esforços da Avalanche Foundation e seus programas de aceleração para financiar equipes de tecnologia que querem construir na Avalanche e da possibilidade de projetos não-nativos do ecossistema (aqueles criados em outras redes) se plugarem à C-Chain com facilidade. A Avalanche Foundation é o investidor mais ativo no desenvolvimento e nas estratégias de crescimento do ecossistema Avalanche. Além das rodadas de financiamento individuais, até o momento, pelo menos quatro iniciativas abrangentes foram criadas  pela Avalanche Foundation para fortalecimento do ecossistema: Avalanche Rush (DeFi – 2021), Blizzard Fund (VC Fund – 2021), Multiverse (Subnets – 2022) e Culture Catalyst Initiative (Metaverse/Entertainment – 2022).

Hoje a grande maioria dos aplicativos da Avalanche está na C-Chain, a plataforma de contratos inteligentes da Avalanche compatível com EVM. Depois temos alguns poucos projetos explorando o conceito de subnets e se desenvolvendo na P-Chain. Enquanto a X-Chain é um espaço que permanece em estágio mais incipiente, quase inexplorado, sinalizando que os usuários ainda não estão usando muito a rede para cunhar ativos personalizados ou tokenizar ativos do mundo real.

Avalanche tem um Ecossistema de dApp potente com grande foco em DeFi

Por isso, podemos dizer que o projeto da Avalanche já é robusto em termos de desenvolvimento. Mas definitivamente é um projeto que ainda não passou por uma fase de maturação e ainda deixa muito a desejar em termos de TVL e comunidade.

Ainda assim, é possível afirmar que é um projeto sólido, com investidores de peso por detrás, e que busca resolver dores muito relevantes do mercado cripto: falta de escalabilidade, altas taxas, falta de customização e desafios de interoperabilidade entre blockchains.

Como mencionamos, apesar de ter iniciado em 2018, os principais desenvolvimentos do projeto foram entregues a pouco tempo: seu token (AVAX), sua blockchain (Avax Mainnet) e sua primeira  wallet (Avax Wallet) foram lançados em 2020. E o seu desenvolvimento relevante mais recente para seus usuários foi o lançamento, em 2022, de uma nova carteira em versão mobile (para celulares), com suporte, inclusive, para as redes do Bitcoin e da Ethereum (Core Mobile).

Por fim, quando olhamos para parceiros relevantes, a Avalanche tem algumas parcerias corporativas notáveis ​​com empresas como a big four da contabilidade Deloitte (Close As You Go), a seguradora Lemonade (Lemonade Crypto Climate Coalition) e as gigantes do varejo Amazon (AWS Lift e AWS Activate), Tecent (Tecent Cloud) e Alibaba (Alibaba Cloud).

A iniciativa relevante mais recente da plataforma para o público institucional foi o anúncio do produto  AvaCloud: uma plataforma de lançamento de projetos de Web3 que ajuda as empresas a criarem ecossistemas inteiros em blockchain de forma descomplicada. Nas palavras do projeto: launch fully managed, custom blockchains in minutes: automated blockchain builder, no code, comprehensive data tools and chain interoperability.

AvaCloud: Automated Blockchain Builder

AVAX: o projeto precisa de um token?

AVAX é o token nativo do ecossistema da Avalanche, utilizado na rede de mesmo nome – composta por uma tríade de blockchains e suas subnets – e emitido exclusivamente pela Ava Labs.

Como mencionamos brevemente, o mecanismo que garante a segurança da Avalanche é o “Avalanche Consensus”. Nesse sentido, é uma rede de PoS, que depende do staking para existir. Os validadores da rede precisam ter hoje, no mínimo, 2.000 AVAX travados no protocolo para assegurar a rede primária (tríade). Esses AVAX travados por eles na rede também rendem recompensas em AVAX, como resultado de validações corretas (staking reward).

Como alternativa, os validadores também podem cobrar uma pequena taxa para permitir que usuários da rede deleguem sua participação a eles para ajudar nos custos operacionais (delegated PoS). Você pode usar uma calculadora online para ver quantas recompensas você ganharia ao executar um nó (node) como validador, em comparação à delegação.

É o staking de AVAX que traz segurança aos registros da rede e elimina a necessidade de um alto gasto energético (em oposição às redes que usam Prova de Trabalho ou “PoW”). Como toda a rede que roda com base em mecanismos de PoS, as moedas dos validadores ficam travadas e em caso de falhas ou informações incorretas eles são penalizados (no caso, “no reward” ao invés de “slashing”). A segurança da rede depende da existência de uma grande quantidade de validadores e de sua diversidade, para garantir a ausência de conluios. Não há também a necessidade de grandes dispêndios com hardware especial, pois ser um validador não exige grande poder computacional. Por isso é considerada uma plataforma ecofriendly ou amigável do ponto de vista ambiental.

O site Avascan permite monitorar as maiores carteiras do mercado e verificar o nível de concentração da rede. Também é possível ver gráficos sobre validadores

Então, AVAX é um token de utilidade, empregado (i) como combustível para todas as transações que ocorrem na rede, e (ii) para garantir a manutenção e segurança da rede (incl. remunerar validadores), é também um token de governança, usado para votar em alterações (apenas alguns parâmetros críticos + parâmetros não-críticos) e é uma moeda usada como unidade básica de pagamento entre as subnets.

Logo do Token AVAX

TOKENOMICS

Seu fornecimento é limitado a 720.000.000, ou seja, nunca poderão ser emitidos mais do que de 720 milhões de AVAX. E metade (50%) desses tokens (360 milhões de AVAX) foi emitida no início da rede, no ano de 2020. O restante vem sendo disponibilizado ao longo do tempo, pouco a pouco, aos validadores, como recompensa do staking – i.e. os outros 50% (correspondendo a mais 360 milhões de AVAX) vem sendo e continuarão a ser distribuídos como staking rewards ao longo de décadas.

Pensando na distribuição geral, dentre os tokens inicialmente emitidos em 2020, uma maioria ficou sujeita a um período de vesting de 1 a 10 anos, em função dos termos dos contratos firmados com investidores (~16%). A Avalanche Foundation e programas de incentivo para a testnet ficaram com ~ 9,5% dos tokens AVAX. O time da Ava Labs ficou com 10% e os Parceiros Estratégicos com 5%. Enquanto 2,5% foram destinados ao Airdrop e 7% ao Endowment para a sua comunidade e desenvolvedores. Os outros 50% foram destinados ao staking.

É importante notar que todas as operações realizadas na rede primária são pagas em AVAX. Esses tokens são queimados (burned), reduzindo a oferta e aumentando a escassez do token. Se o número de tokens queimados superar o número de tokens distribuídos como recompensa do staking, temos um efeito deflacionário.

Com base no tokenomics, muitos analistas esperam que AVAX venha a sofrer um efeito deflacionário (quando os tokens queimados excederem a quantidade destravada e colocada em circulação) quando (e se) sua rede passar a ser amplamente utilizada.

Atualmente a capitalização de mercado de AVAX reconhecida pelo projeto é de US$ 4,474,767,964.00 ou aproximadamente 4,5 bilhões de dólares, cerca de 345,275,306 AVAX (Snowtrace). Além disso, até hoje 2,469,057.26 (2,5 milhões) AVAX foram queimados e 263,936,381.14 AVAX (61%) estão em staking (Avascan).

Fonte: Avascan

A Avalanche possui uma política agressiva para incentivar seus usuários a travarem seus tokens dentro do protocolo. Aparentemente ela tem surtido os efeitos desejados, já que mais de 50% dos tokens sempre tem estado em staking, o qual atualmente paga cerca de 11% ao ano. A proposta do protocolo é oferecer uma recompensa de staking que compense e supere a inflação anual do ativo.

Além disso, ao contrário de outros stakings nativos ou plataformas de staking, onde é possível desvincular os tokens após alguns dias ou semanas, na Avalanche os usuários são incentivados a travar seus tokens por períodos mais longos, para receber recompensas maiores. No caso, para receber o máximo de recompensas, você precisará bloquear seus tokens por um ano. Assim, uma grande parte de sua oferta circulante de tokens fica continuamente fora de circulação.

Como isso reduz ainda mais a oferta disponível para venda, no longo prazo se espera que esse seja mais um fator que exerce pressão positiva sobre o preço do ativo.

Por fim, a Avalanche tem algum grau de governança on-chain, o qual permite apenas alguns parâmetros críticos da rede de serem alterados por votação. De resto, apenas parâmetros não-críticos podem ser alterados por voto dos validadores. E apenas validadores com quantia mínima de tokens em staking podem participar das votações.

Gráfico histórico de preço da moeda AVAX
Fonte: CoinMarketCap

O token AVAX foi lançado a cerca de US$ 5 (2020) e alcançou quase US$ 135 (2021), o equivalente a mais de 25 vezes o investimento inicial. Investidores da Seed Sale pagaram $0,33 e alguns investidores da Public Sale junto com a Private Sale pagaram míseros $0,50 (270 vezes o valor investido).

Segundo o site CoinMarketCap, o preço do token AVAX hoje é de $12,90.  Sua classificação atual é #18, com uma capitalização de mercado de US$ 4.465.494.648,00. Logo, estamos olhando para uma Blue Chip, ou seja, um protocolo sólido, com uma enorme base e muito procurado por investidores. Logo, um projeto bem capitalizado e com grande liquidez.

Há um fornecimento em circulação de 345,242,815 AVAX, aproximadamente 48% de um fornecimento máximo de 720,000,000 moedas.

Você pode adquirir o token em corretoras como Binance, Bybit, Kucoin, Kraken e Coinbase. Veja mais em: https://coinmarketcap.com/pt-br/currencies/avalanche/markets/

Riscos e Oportunidades

DefiLlama: gráfico da Avalanche com destaque para número de usuários da plataforma

Resumindo, entre os riscos do projeto podemos citar (i) seu histórico operacional jovem (apenas 3 anos rodando), que indica que a plataforma ainda não passou por testes de estresse relevantes como outras blockchains relevantes do mercado, (ii) o fato dos investidores iniciais ainda terem valores expressivos travados em vesting, comprados a alguns centavos de dólar, que indica que os early investors ainda devem realizar lucros, (iii) a competição brutal com muitas plataformas que também focam em soluções EVM, que indica uma disputa acirrada por desenvolvedores e usuários, (iv) além do seu baixo nível de atividade de desenvolvimento, que o torna hoje um ecossistema bem capitalizado, mas pouco desenvolvido comparativamente com seu nível de capitalização.

Quando olhamos para as oportunidades, logo notamos que (i) o projeto ainda está no começo, logo apresenta maior potencial de upside conforme o mercado cripto como um todo cresce e (ii) existência de parcerias relevantes, dentre as mais notáveis : Amazon e Alibaba, que trazem maior conforto para os investidores.

Ademais, conseguimos olhar de forma bem otimista para o projeto se focarmos no seguinte:

A Avalanche tem uma proposta de valor muito interessante: nasceu com foco no mercado financeiro, por isso desenvolveu soluções únicas para grandes instituições e para projetos DeFi, tem como premissa básica a interoperabilidade nativa, customização de blockchains e taxas baratas (gas price médio = 25 nAVAX ~ US$0.01).

Em geral, o ecossistema já passou do estágio embrionário, mas ainda está em estágio inicial e muitos aplicativos e recursos ainda estão sendo desenvolvidos e integrados. Tem um time 100% focado no projeto, ao invés de disperso e dividindo seu tempo com outros empreendimentos.

É considerado um projeto sólido, com potencial para se consolidar como Top 10 do mercado, e possui investidores de peso por detrás. Sua robusta capitalização nos indica que está preparado para passar por invernos desagradáveis e bem munido para investir em inovação e atrair novos projetos e desenvolvedores, duas vertentes chaves para o desenvolvimento de um projeto.

Seu token tem utilidade e seu staking é extremamente atraente. No geral, o tokenomics foi muito bem estruturado e tudo que precisa para ser potencializado é que a rede seja mais usada (mais staking, mais queima, mais escassez).

O maior desafio do projeto hoje é atração de usuários. É convencer os usuários cripto de que essa é a melhor rede, seja por ter aplicativos exclusivos, que outras redes não tem, ou por ter os mesmos aplicativos, mas apresentar taxas melhores.

Sendo assim, o investimento em AVAX pode ser uma oportunidade para capitar parte do valor que já está sendo e ainda será criado com uma adoção mais ampla da rede. Isso pode ocorrer de forma direta, com o aumento do uso da plataforma, a partir do desenvolvimento de mais aplicativos descentralizados e políticas de atração de usuários, ou de forma indireta, a partir da especulação de outros investidores.

DefiLlama: TVL da JOE versão V2.1
O projeto da Trader Joe é o principal e maior projeto nativo da Avalanche

Outra tese plausível é optar por comprar tokens de projetos embrionários do ecossistema Avalanche ou participar de plataformas de launchpad já existentes no ecossistema. Destacamos aqui os projetos da Avalaunch (XAVA) e da Trader Joe (JOE). Recomendamos o estudo das inovações que a DEX da Trader Joe vem implementando no mundo de DeFi (Trader Joe: Liquidity Book Docs) e o seu ganho de relevância conforme expande para outras redes, como a Arbitrum.

Messari: TVL comparativo das maiores DEX da Avalanche (Q1/2023)

Outros projetos nativos interessantes da Avalanche são as corretoras Platypus Finance (PTP), Pangolin (PNG) e Dexalot (ALOT), e os yield aggregators Vector Finance (VTX) e Yield Yak (YAK).

DefiLlama: TOP 10 projetos na Avalanche

O risco maior parece ser que o projeto já esteja bem precificado e entregue pouco alfa (termo usado nos investimentos para descrever a capacidade de um investimento render lucros acima do esperado no mercado). Vemos pouca perspectiva para que perca sua relevância no mercado, ou seja, que deixe de ser uma Blue Chip, pelo menos em um horizonte próximo de tempo.

Contrariamente, a oportunidade maior seria o projeto estar mal precificado, nesse momento, e ter muito alfa para entregar no próximo ciclo de alta. O cenário intermediário não é menos atraente: como toda Blue Chip, o projeto permaneceria relevante e renovaria sua máxima histórica, entregando múltiplos de valorização superiores ao investimento em Bitcoin de forma menos arriscada que outros projetos menos capitalizados.

Foco em experiência do usuário, atração de desenvolvedores, criação de comunidade e novas parcerias foram o que mantiveram a Avalanche tão bem capitalizada ao longo do último inverno cripto e tendem a ser seus pontos chaves para o próximo ciclo.

Messari: linha do tempo Avalanche – principais eventos (Q1/2023)

______________________________________________

Estudos

Avalanche Academy

https://academy.avax.com/

Avalanche Blog

https://www.avax.network/blog

What is Avalanche Academy

https://docs.avax.network/intro

Avalanche Consensus

https://docs.avax.network/learn/avalanche/avalanche-consensus

Why Avalanche (AVAX) has the potential to be an incredible store of value

https://medium.com/avalanche-hub/why-avalanche-avax-has-the-potential-to-be-an-incredible-store-of-value-8ef6e68cbb60

Avalanche Ecosystem Overview

https://messari.io/report/avalanche-ecosystem-overview?referrer=asset:avalanche

State of Avalanche Q1 2023

https://messari.io/report/state-of-avalanche-q1-2023?referrer=asset:avalanche

Comparison between Avalanche, Cosmos and Polkadot

https://medium.com/avalanche-hub/comparison-between-avalanche-cosmos-and-polkadot-a2a98f46c03b

Como funciona a Avalaunch?

https://financialmove.com.br/como-funciona-a-avalaunch/

Avalanche Foundation Launches Multiverse, an up to $290M Incentive Program to Accelerate Growth of New Internet of Subnets

https://medium.com/avalancheavax/avalanche-foundation-launches-multiverse-an-up-to-290m-incentive-program-to-accelerate-growth-of-c815ac5692c7

Amazon Web Services Taps Avalanche to Help Bring Blockchain Technology to Enterprises, Governments

https://www.coindesk.com/business/2023/01/11/amazon-web-services-taps-avalanche-to-scale-enterprise-and-government-solutions/

Ava Labs Announces AvaCloud: Empowering Businesses to Launch Custom, Fully Managed Blockchains in Minutes

https://www.avax.network/blog/ava-labs-announces-avacloud-empowering-businesses-to-launch-custom-fully-managed-blockchains-in-minutes

Alibaba Cloud and its Partners Unlock Rapid Metaverse Deployment on Avalanche for Millions of Cloud Clients

https://www.avax.network/blog/alibaba-cloud-and-its-partners-unlock-rapid-metaverse-deployment-on-avalanche-for-millions-of-cloud-clients

After AWS Deal With Ava Labs, Web3 at ‘Inflection Point’

https://blockworks.co/news/aws-deal-with-ava-labs-web3

Quer dar um próximo passo no mercado de criptomoedas e descobrir quais são as moedas que mais vão explodir neste ano?

Tasso Lago vai dar uma aula gratuita na próxima terça-feira, às 20h, onde ele vai revelar os 3 segredos para encontrar a cripto certa e multiplicar seu dinheiro 2, 5, 10 vezes ainda neste ano.A aula é 100% gratuita mesmo e as vagas são limitadas. Por isso, clica no botão/banner abaixo e se inscreva agora antes que as vagas acabem. Não perca tempo!

Veja também outros conteúdos: