O que são e para o que servem as Stablecoins

por Mirian Romão, em 3 de abril de 2020

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais




As stablecoins oferecem muitos benefícios comparado com as outras criptomoedas, com um diferença essencial entre todas é que as stablecoins são estáveis, segundo o Cryptopotato. 

No mercado de criptomoedas, onde o preço dos ativos está oscilando violentamente, a stablecoin é uma opção de armazenar fundos de maneira que exclua a volatilidade. 

Na maioria dos casos, a stablecoin está atrelada as moedas amplamente usadas, como dólar americano ou o euro. Algumas são atreladas a commodities, como o ouro. 

Para que uma stablecoin mantenha o seu valor, o mercado deve acreditar que o número total de moedas emitidas é garantido 100% pelos ativos tradicionais mantidos. Isso requer confiança na organização que apoia a moeda. 

Os três tipos de moedas estáveis que são: as stablecoins centralizadas, uma moeda fiduciária que são armazenadas em contas bancárias, a mais conhecida é o Tether (USDT), essa stablecoin é centralizada, pois é lançada e governada por uma organização central, que pode ser uma empresa, banco ou mesmo um governo. 

As stablecoins descentralizadas apoiada por cripto, que não tem um operador central, mas são governadas por um consenso dos usuários que participam da rede, como a Maker DAO.

E as stablecoins algorítmicos descentralizados, essas stablecoins que não têm nenhuma garantia de apoio ao seu sistema e confiam em algoritmos para obter seu preço para permanecerem estáveis. 

Embora existam algumas stablecoins diferentes, algumas delas se destacam em termos de uso e volume geral. O gráfico a seguir apresenta as principais stablecoins por participação de mercado, a partir do início de 2020.

stablecoins_january2020

Reprodução/TokenAnalyst

Em primeiro lugar está o Tether (USDT), criada em 2014, o Tether converte dinheiro em moeda digital, ancorando seu preço no dólar americano. 

Em seguida está a USD Coin ( USDC), uma stablecoin lançada pela exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase, em 2018. 

Semelhantes a todas as outras stablecoins, o PAX, pode ser movido instantaneamente, sem considerar a hora ou a localização. O PAX também está atrelado ao dólar americano, é baseado na blockchain da Ethereum. 

O TUSD é outra stablecoin baseada na blockchain da Ethereum, que também está atrelada ao dólar dos EUA, criada em janeiro de 2018. 

E por fim, o Dólar de Gêmeos (GUSD), a stablecoin é apresentado como a primeira regulamentada. Emitida pelo Gemini Trust Company, de propriedade de Tyler e Cameron Winklevoss. Os famosos gêmeos também são os proprietários da exchange de criptomoeda Gemini. 

A stablecoin GUSD também é baseada na blockchain da Ethereum, atrelada ao dólar americano e criada em setembro de 2018. 

As stablecoins oferecem uma série de benefícios diferentes devido à sua natureza digital, programável e baseada em blockchain. 

Além de serem seguras devido à sua estabilidade, algumas das vantagens incluem pagamentos sem fronteiras, taxas baixas, transações mais rápidas, transparência e sem volatilidade.

 

Curta nossa página do Facebook

Se Inscreva em Nosso Canal do Youtube

Utilizamos a Binance para Realizar Nossas Operações -> Cadastre-se

Seja Cliente VIP e tenha Acesso a Trades Exclusivos!