10 Anos de Bitcoin e como nós mudamos o mundo

Para todos os entusiastas do Meio de Cryptomoedas, hoje é um dia muito especial.

Hoje completamos 10 anos em que a idéia do Bitcoin foi publicada e coloca em prática pelo Desconhecido “Satoshi Nakamoto”.

Para os que não sabem, Satoshi Nakamoto foi o responsável pela idealização e criação do projeto, porém, por ser um projeto descentralizado, conta com a ajuda de diversas equipes/pessoas e, em algum momento do Bitcoin o Satoshi simplesmente sumiu. Deixando outras pessoas com a responsabilidade de seguir com o projeto que foi se pulverizando (essas pessoas aparecem e dão depoimento no Filme: Banco ou Bitcoin, presente na Netflix).

No início nem existiam exchanges de Bitcoin, o mercado era muito amador e pessoas negociavam diretamente entre si, o valor não era claro e era tido como algo meramente especulativo e até mesmo de brincadeira para alguns. Muitos viram potencial extremo no Bitcoin e no seu crescimento ( Eu, por exemplo, conheço uma pessoa que colocou Milhões em Bitcoin no ano de 2011-2012, que se transfomaram em BILHÕES, já pensou?)

Tivemos o Famoso Pizzaday, no qual foi registrada a primeira “transação”com bitcoin, onde foram compradas 2 pizzas por 10 mil bitcoins ( já pensou quanto custou essas pizzas hoje?)

Tivemos diversos escandalos de lavagem de dinheiro com Bitcoin, inclusive o caso da Silk Road onde nossa criptomoeda foi ligada diretamente com o Mercado Negro, porém, isso não foi o suficiente para frear o crescimento e a popularidade do mercado.

Há diversos fatos nessa história, mas o que realmente importa é: Qual o real impacto do Bitcoin no mundo?

O Bitcoin introduziu a tecnologia Blockchain, que já promoveu uma melhora incalculável pois, através dessa tecnologia é possível, por exemplo, deixar o Preço de um produto mais barato (seja ele qual for). Através da Blockchain podemos armazenar informações de forma mais confiável e imutável, com isso diminuimos o risco de desvio de produtos, dinheiro, informações, etc.

Mas, ué?! Bitcoin dificulta o desvio do dinheiro? SIM! Através de sua tecnologia nós podemos tornar os processos mais rastreáveis e confiáveis! Por isso TODAS as empresas estão correndo atrás de implementar algo que aproveite a tecnologia Blockchain! O próprio BNDES já está se aprofundando e muito nos estudos de Blockchain e cryptomoedas, inclusive fechou parceria com a Monetha (MTH) para desenvolver um projeto em particular.

A mudança que o Bitcoin promove no mundo, é muito mais que ter deixado alguns ricos/milionários. O Bitcoin, e quando eu falo Bitcoin leia todo o ecossistema e criptomoedas envolvidas no processo torna todo o Mercado mais Eficiente e isso, faz com que os Produtos cheguem as prateleiras com um preço menor, torna mais difícil o desvio de verbas por parte dos nossos políticos, torna possível a distribuição mais igualitária do dinheiro e ai, surgem projetos como a BAT (Basic Attention Token), que busca remunerar de maneira mais justa os produtores de conteudo (simplificando muito o projeto).

As Criptomoedas tornam possível que o dinheiro circule de forma mais livre, torna possível movimentarmos Bilhões (atualmente a rede consegue movimentar Bilhões instantaneamente com custo quase zero). Temos o case da Ripple que já está sendo utilizada para transferências internacionais por grandes bancos (Santander, por exemplo), onde torna possível que pessoas enviem dinheiro instantaneamente para qualquer lugar do mundo com taxa irrisória, para termos ideia, uma transação internacional de grande capital poderia custar desde 3-4% até 15-20% só de TAXA e demoraria DIAS para chegar em sua conta.

Legal, muito interessante isso de gente rica movimentando dinheiro, porém…como isso me impacta?

Quando o dinheiro se torna mais fluido e barato, isso possibilita que o capital fique distribuido de forma mais eficiente. Ou seja, aquele investidor que se financiava a 2%a.a nos EUA chega no Brasil de forma 1000x mais fácil e aceita te empresas a 5% a.a, pois há Milhões de outros investidores fazendo o mesmo movimento, ou seja, isso impactaria na taxa competitiva de financiamento. E, como isso nos afeta? Quer dizer que nós, que sonhamos em ter uma casa, uma loja, enfim..uma microempresa, ao invés de nos financiarmos por 10% a.a, vamos nos financiar a 5% a.a.

Isso tornaria possível inumeros sonhos e, mais que isso, distribuiria de forma mais igualitária a renda e, adivinhe, retiraria o poder dos grandes bancos que são centralizadores! Os grandes bancos hoje dizem o quanto custa empresar dinheiro para você, os bancos te exigem garantias..e, o que aconteceria se essa figura fosse descentralizada? se toda rede julgasse suas condições? É ai que mora o risco do Bitcoin para os grandes bancos, eles retiram parte (ou grande parte) dos poderes do banco e, isso implicaria na redução de fortunas de muita gente. Por isso, que tivemos tanta pressão negativa no Bitcoin, por isso que hoje, os Bancos aceitaram que não podem vencer o Bitcoin e estão comprando-o.

Ao investirmos em Bitcoin e em outras criptomoedas, não estamos somente tentando ganhar dinheiro. Estamos colocando dinheiro em empresas que precisam desse capital para pagar toda sua estrutura e equipe para desenvolver seu projeto de tecnologia.

Portanto, entenda que o mercado está crescendo, entenda que todo investimento é a longo prazo (anos) e, entenda, que ao termos investido em Bitcoin, ajudamos a mudar, de alguma forma (mesmo que indiretamente), o mundo.

Sugestão de filme: Banco ou Bitcoin
Obs. Esse artigo não se preocupa em explicar termos técnicos, busca tornar o conhecimento e os desdobramentos da tecnologia mais acessível para todos.

Compartilhe:

  1. Engenheiro, Pós Graduado em Finanças Corporativas pela COPPEAD/UFRJ e Mestre em Corporate Finance pela Université de Bordeaux. Atualmente é analista financeiro da IBM voltado para o mercado USA e CEO da Financial Move.

Inscreva-se !

Para entrar em contato com a gente e adquirir esses serviços, clique no botão abaixo !

0